João Campos defende parlamentares Evangélicos



O líder da Frente Parlamentar Evangélica lembrou que o petista está afastado da vida política por ter se envolvido com um dos maiores escândalos de corrupção
 José Dirceu e João Campos
Diante das acusações feitas por José Dirceu, ex-ministro da Casa Civil, o deputado federal João Campos (PSDB-GO) se manifestou defendo não só os parlamentares evangélicos que foram chamados de preconceituosos pelo PT que se refere aos projetos de legalização do aborto e direitos homossexuais.
Para Campos o posicionamento da bancada evangélica diante desses assuntos não é repressiva, mas democrática. “Quando nos posicionamos contra o ‘kit gay’ e contra o aborto, não se trata de sermos preconceituosos, mas, sim, de defendermos e zelarmos pelos nossos conceitos bem formados em favor da sociedade”, disse o deputado em entrevista ao CPADNews.
Dirceu escreveu em seu blog, no dia 1º de março que os políticos evangélicos buscam impor ao Estado...
...brasileiro “uma visão preconceituosa e repressiva” sobre esses temas, dizendo também que eles dão guarida para o comportamento violento, dizeres que foram caracterizados por João Campos como “impropriedade sem tamanho”.
Campos pontua, porém que a visão de José Dirceu, grande formador do pensamento do PT, pode muito bem refletir o que o próprio Partido dos Trabalhadores pensa a respeito. O deputado também se compromete a dialogar e mostrar que os parlamentares evangélicos não abrem mão do direito de se manifestar.
“Se existe uma coisa que sabemos fazer é exercer a dialética, é estabelecer o contraditório, é enfrentar a crítica, mas fazemos isso tudo a partir do argumento – o que, pelo que vejo no Jose Dirceu ele não tem capacidade. Chamar os evangélicos de chantagiosos que exercem violência é uma impropriedade sem tamanho”.
O líder da Frente Parlamentar Evangélica também usou o espaço que teve para relembrar o passado de José Dirceu que está inelegível até 2014 por ter se envolvido em um escândalo de corrupção.
“Evidentemente que, como ele é um dos formadores do pensamento do PT, isso nos preocupa muito, porque se ele falasse por si só, em se tratando de um homem que perdeu o mandato por corrupção, que é processado por ser chefe de uma organização criminosa que praticava a maior corrupção do Brasil, chamada mensalão, ele não mereceria nenhuma credibilidade. Mas como ele é um dos formadores do pensamento do PT no Brasil, acho que nós evangélicos precisamos parar e refletir no que ele está dizendo. Precisamos refletir no que o PT pensa e propõe para o nosso país”.
Críticas seriam para distorcer as atividades positivas dos parlamentares evangélicos
João Campos declarou na entrevista que as palavras de José Dirceu têm como objetivo desqualificar os parlamentares evangélicos ao chamá-los de preconceituosos. “Essa é a nossa formação, a formação do nosso caráter. Agora, nós temos conceitos, nós temos opinião, concepções, compreensões como a de valorização da vida, o que nos faz lutar contra o aborto, por exemplo. Portanto, nós temos o direito, que está assegurado pela Constituição brasileira, de nos expressar”.
O deputado também comparou o povo evangélico com o ex-ministro dizendo que ao contrário dele, que desviou dinheiro público, “nós [evangélicos] fazemos um bem tremendo para a sociedade brasileira, na política, na área social, na área de cultura, na área de educação, sem sequer usar o dinheiro público para isso. Essa é a grande diferença do povo que o José Dirceu chama de preconceituoso.  Isso é lamentável”.
Com informações CPADNews,Fonte: http://noticias.gospelprime.com.br/
COMPARTILHAR:

+1

Nildo Nascimento / Pr. Gilmar Santos

Nildo Nascimento

Remidos o filme