AGE decide mostrar a posição da Assembleia de Deus sobre assuntos polêmicos


Confira a matéria que foi publicada site sertão gospel:
Mais de 2 mil pastores foram até Alagoas participar da 5ª Assembleia Geral Extraordinária.
Aconteceu na cidade de Rio Largo, em Alagoas, a 5ª Assembleia Geral Extraordinária (AGE) realizada pela Convenção Geral das Assembleias de Deus do Brasil que reuniu mais de 2.000 pastores.

Ao longo do dia 7 de junho os pastores discutiram sobre diversos assuntos como as possíveis mudanças no credo das Assembleias de Deus do Brasil e também sobre a participação política da igreja.


Coordenados pelo pastor José Wellington Bezerra da Costa, presidente da CGADB, os pastores aprovaram a medida de enviar notas públicas para mostrar a posição da AD sobre temas polêmicos como a aprovação do aborto, a legalização das drogas e até mesmo sobre a união de pessoas do mesmo sexo.
“A nota oficial da CGADB tem que expressar a posição da entidade em relação a esses assuntos que estão no Congresso Nacional. A nota tem que ser lida no Congresso e publicada nos principais veículos de comunicação do País”, ressaltou.

Aproveitando a oportunidade, José Wellington discursou sobre os projetos de leis que vão de encontro aos interesses da família, dizendo aos pastores que é necessário que a igreja reaja contra esses projetos.

“Senhores obreiros, a família está ameaçada no Brasil. Querem acabar com a família em nome de um poder”, disse o pastor. “Querem retirar os termos pai e mãe dos documentos oficiais, oferecer cirurgias de mudança de sexo a partir dos 14 anos de forma gratuita e até acabar com o dia dos pais e das mães para não constranger os homossexuais”.

Além da Assembléia Geral Ordinária aconteceram cultos que contaram com a pregação do pastor-presidente das ADs e também do pastor Genival Bento. Alguns cantores da CPAD Music também estiveram presentes.

Matéria do SertãoGospel com GospelPrime
COMPARTILHAR:

+1

Nildo Nascimento / Pr. Gilmar Santos

Nildo Nascimento

Remidos o filme