Cincos pastores da Assembleia de Deus são presos na Operação Deus Tá Vendo

Os acusados estariam vendendo veículos com valores a baixo do mercado em cidades do Sul do país.
Cincos pastores são presos na Operação Deus TáVendo
Sites noticiosos publicaram uma reportagem na manhã desta quinta-feira (12)
dizendo que a Polícia Civil do Rio Grande do Sul prendeu cinco pastores evangélicos através da operação que foi batizada de “Operação Deus Tá Vendo”.



Os indiciados seriam pastores da Assembleia de Deus nas cidades de Itajaí (SC), Ponta Grossa (PR) e São Gonçalo (RJ). A reportagem entrou em contato com a AD do ministério Belém da cidade de Itajaí e os pastores informaram que o acusado que seria pastor na cidade não pertence ao referido ministério.


Sabe-se que a Assembleia de Deus possui diversas ramificações, não tendo sido divulgado de qual delas esses cinco pastores fazem parte. O delegado Álvaro Luiz Pacheco Becker, da 2ª Delegacia de Polícia de Bento Gonçalves, no Rio Grande do Sul, informou que os presos atuavam em associação criminosa, vendendo veículos por preços abaixo do mercado.

Para os compradores esses acusados explicavam que o preço era baixo por se tratar de doações da Receita Federal. Esse golpe resultou em 40 vítimas apenas na cidade Veranópolis (RS), o valor aproximado arrecado por esses homens é de aproximadamente R$1,2 milhão. A origem desses veículos não foi informada.

Fonte: Gospel Prime
COMPARTILHAR:

+1

Nildo Nascimento / Pr. Gilmar Santos

Nildo Nascimento

Remidos o filme